Oficinas 46ºSIHP | 2019

Post 7 de 489

 

OFICINAS
Oficina: “Bonecxs de pano fora de padrão: somxs todxs bonecxs!”
Orientação de Amanda Cassanji e Paula Batistela da Vivendo da Nossa Arte
Dia 31 de agosto (sábado) das 14h às 17h. A partir de 15 anos. 15 vagas. Armazém 14 A,
Engenho Central

JUSTIFICATIVA: Uma experiência em artesanato que pretende oferecer noções de confecção de bonecas de pano fora do padrão estabelecido pela sociedade e mídia, além de provocar reflexões sobre representatividade, diversidade, desconstrução de estereótipos e a valorização das identidades.

OBJETIVOS: Ensinar técnica de bonecas de pano, levar os temas como representatividade, diversidade, desconstrução de estereótipos e a valorização das identidades.
MATERIAIS UTILIZADOS:

40 cm de algodão cru ou 40 cm de tricoline pele negra
50 gr algodao siliconizado
02 tinta de tecido colorida
01 lã mollet colorida
Retalhos de tecido
Opcional: Botões, miçangas e fitas

BREVE CURRÍCULO:
Amanda Cassanji

Amanda Cassanji, artesã, empreendedora e cocriadora da “Vivendo da Nossa Arte”, é apaixonada pelo mundo do empreendedorismo. Deixou a advocacia em 2016 para se dedicar ao mundo do artesanato e desde então trabalha com confecção de bonecas personalizadas, além de oficinas e cursos de empreendedorismo para artesãos. Em 2018, juntamente com sua sócia Paula Batistela, palestrou no stand do Elo7 durante a Mega Artesanal, maior feira de artesanato do Brasil, sempre focando em incentivar o pensamento vendedor e criativo nos alunos. Com um projeto voltado para o empoderamento feminino, busca incentivar mulheres a encontrarem seu espaço e a lutarem por sua independência.

Paula Batistela

Paula Batistela é artesã, empreendedora e cocriadora do ateliê “Vivendo da Nossa Arte”. Desde muito cedo se encantou pelo fazer artesanal e decidiu investir na área, começando a dar aulas de macramê. Assim como Amanda, sua sócia, deixou de lado a carreira de psicóloga e fez do artesanato a sua principal renda. Atualmente, trabalha com a confecção de bonecas personalizadas, cursos e oficinas que capacitam artesãos na economia criativa. O principal objetivo do projeto das duas é focar nas mulheres e mostrar que as mesmas podem gerenciar seus próprios negócios e tomar a frente da própria vida.

 
Oficina: “Criação de mascotes”
Orientação de Renato Fabregat.
Dia 14 de setembro (sábado) das 14h às 17h.
Público a partir de 16 anos com noções de desenho. 15 vagas. Armazém 14 A, Engenho
Central.

JUSTIFICATIVA: Mascote é uma representação visual em forma de personagem humano ou não, que representa uma marca. Utilizando das técnicas de desenho e da comunicação, o personagem dá vida a ela e potencializa o efeito da afetivo entre público e marca.
Os mascotes são os porta-vozes das empresas, organizações, entidades e pessoas. São responsáveis gerar empatia com o público, conquistando seus corações.
Neste encontro vamos conversar sobre as funções e efeitos dessas figuras maravilhosas. Como personificar a “alma” da marca e utilizar de seu encanto para conversar com o público.
Com exemplos práticos e aplicados, os participantes do encontro poderão conhecer e aperfeiçoar suas técnicas e referências para posterior aplicação no mercado.

OBJETIVOS: A oficina tem como objetivo oferecer subsídios teóricos e práticos aos participantes, estudando um pouco sobre a história e características desses personagens no mercado de trabalho. Como colocar no papel os diferentes perfis de clientes, estruturá-los e prepará-los para apresentações.

 

MATERIAIS UTILIZADOS:

Para dinâmica da oficina:
– Telão datashow e computador ou TV para exibição e orientação da dinâmica

Para os participantes:
– Lápis 2B e 6B
– Borracha macia
– Sulfite A4
– Caneta ponta porosa

 

Oficina: “Modelagem de bonecos em espuma”
Monitor: Belê (Elisângela de Freitas Mathias).
Dias 21/09 e 26/09, das 14h às 17h. A partir de 18 anos. 15 vagas. Engenho Central.

 

JUSTIFICATIVA: A oficina apresenta aos participantes uma oportunidade de aprendizagem da técnica de construção de bonecos em espuma. A partir da transformação do plano bidimensional em objeto tridimensional, a oficina abordará as etapas técnicas necessárias à confecção de bonecos manipuláveis, a exemplo dos fantoches, amplamente utilizados no meio artístico, educacional e terapêutico.

OBJETIVOS: Propiciar ao participante a compreensão dos processos de riscos, cortes, colagem, modelagem e pintura de bonecos manipuláveis confeccionados em espuma densidade 23 e espessura de 1centímetro.

 

MATERIAIS UTILIZADOS:

Local amplo e arejado
Mesas com cadeiras
Projetor e computador
Espuma densidade 23m espessura 1cm
Cola de contato
Lâminas para estilete
Tesoura
Tintas para tecido
Brochas
Papelão
Lápis nº 2
Caneta esferográfica
Retalhos, fios e lãs em geral

BREVE CURRÍCULO:
Belê (Elisângela de Freitas Mathias)
É artista plástica, professora de Arte e pesquisadora do desenho infantil de humor. Mestra em Ensino da Arte pelo Instituto de Artes-UNESP/São Paulo. Especialista em Linguagens da Arte pelo CEUMA/USP. Licenciada em Educação Artística pela UNESP/Bauru. Bacharel com Licenciatura em Ciências Sociais pela UNESP/Marília.

 
Oficina “Luz e sombra: grafite, carvão e pastel seco”
Orientação de Renato Stegun
Dia 05 de outubro, das 14h às 17h. A partir de 12 anos. 15 vagas. Armazém 14 A,
Engenho Central.

JUSTIFICATIVA: apresentação de método prático para estudo de luz e sombra usando técnica de grafite, carvão e pastel seco. O entendimento e estudo desse fundamento é essencial para desenvolvimento e aprimoramento do trabalho tanto no desenho quanto na pintura.

OBJETIVOS: aprender e/ou aprimorar o método de interpretação de luz e sombra com base em valores tonais através de exercícios variados usando o grafite, carvão e pastel seco.

 

MATERIAIS UTILIZADOS:

Material a ser levado pelo aluno:

sulfite A2
Lápis grafite 2b e 6b
1 Caixa de carvão vegetal p/ desenho
1 barra de PASTEL SECO BRANCO
1 limpa tipos ou borracha

Junior Kadeshi
Programador Cultural – CEDHU

19-3403-2621

MENU