Italianos e brasileiros prestigiam abertura de exposição do Salão Internacional de Humor de Piracicaba em Roma

Post 28 de 428

Trabalhos premiados estão expostos na Galeria Cândido Portinari, no Palácio Pamphilj, sede da Embaixada do Brasil

foto_mostra_roma

Foi aberta anteontem, 15/12, em Roma, a mostra Desenhos do Salão Internacional de Humor de Piracicaba – Uma Retrospectiva 1974/2015, na Galeria Cândido Portinari, localizada no Palácio Pamphilj, sede da Embaixada do Brasil. O vernissage teve a presença de comitiva liderada pelo prefeito Gabriel Ferrato, formada pela presidente do Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba e primeira-dama, Selma Ferrato, pela secretária da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), Rosângela Camolese e pelo presidente do Conselho Consultivo, professor Adolpho Queiroz, que foi recebida pelo embaixador do Brasil na Itália, Ricardo Neiva Tavares, e pelo senador ítalo-brasileiro, Fausto Longo, entre outras autoridades. Brasileiros que estavam na capital também prestigiaram a cerimônia de abertura da exposição, que fica no local até 16 de janeiro de 2016.

De acordo com o prefeito Ferrato, o momento foi de emoção. “A mostra é uma forma de Piracicaba se projetar na Itália e em outros países europeus por meio de sua cultura, um dos nossos pontos fortes. A presença do embaixador reforça a importância desse evento e os piracicabanos devem se sentir orgulhosos como eu estou. Esse primeiro contato fará com que Piracicaba possa ser lembrada também em outras áreas, como a econômica, e ser objeto de futuros investimentos”, finalizou o prefeito.

A secretária da Ação Cultural, Rosângela Camolese, ressaltou que a realização da mostra em Roma foi possível graças a um trabalho conjunto do Conselho Consultivo, dos funcionários da Semac e do CEDHU (Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação do Humor Gráfico de Piracicaba), que teve como interlocutor o senador Fausto Longo, também um dos criadores do Salão de Piracicaba. “Também gostaria de agradecer o apoio do prefeito Gabriel Ferrato. Estar em Roma é um privilégio e mostra que o Salão vem crescendo ano a ano. Em 2005 havia 21 países participantes. Hoje são 65. Isso é fruto de trabalho, dedicação, vontade dos fundadores. Dois deles estão aqui: Fausto Longo e Adolpho Queiroz. Pedi ao embaixador que esta fosse a primeira mostra de muitas e ele acenou positivamente”, comemorou Rosângela.

Agradeço a oportunidade de poder hospedar essa belíssima coleção desse grande Salão, com o que há de melhor no humor do mundo todo. A ideia (de realizar a exposição) foi evoluindo e, depois de conversas e correspondências, a vimos se realizar. É uma satisfação muito grande para mim recebê-los aqui. Espero que seja o prenúncio de uma colaboração maior”, disse em seu discurso o embaixador Ricardo Neiva Tavares, que recebeu da secretária Rosângela e do prefeito livros sobre Piracicaba, além de um quadro que retrata o rio Piracicaba com o Engenho Central e também uma camisa do XV de Novembro.

A MOSTRA – Desenhos do Salão Internacional de Humor de Piracicaba – Uma Retrospectiva 1974/2015 reúne 42 obras premiadas nas 42 edições do evento, assinadas por nomes como Laerte Coutinho, Chico Caruso, Angeli, Luiz Gê, Alcy, Hermó, Yuri Kussobokin e Angel Boligan.

A realização da mostra é uma parceria entre a Embaixada do Brasil na Itália, da Prefeitura de Piracicaba, por meio da Semac e Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação do Humor Gráfico de Piracicaba, e tem patrocínio da Raízen e da Forrec Recycling Systems.

SERVIÇO – Exposição Desenhos do Salão Internacional de Humor de Piracicaba – Uma Retrospectiva 1974/2015. Na Galeria Cândido Portinari, no Palácio Pamphilj, em Roma, sede da Embaixada do Brasil na Itália. Até 16/01/2016.

Compartilhar:

MENU