Comunicado: Salão Internacional de Humor de Piracicaba 2016: bloqueios econômicos ao Irã impedem o pagamento de prêmios a artistas daquele país

Post 23 de 442

Comunicado:

Salão Internacional de Humor de Piracicaba 2016: bloqueios econômicos ao Irã impedem o pagamento de prêmios a artistas daquele país

País sofre sanções da ONU devido ao seu programa nuclear

A Comissão Organizadora do 43º Salão Internacional do Humor de Piracicaba informa que as premiações destinadas aos artistas iranianos Alireza Pakdel (vencedor das categorias Charge e Grande Prêmio), Mahamd Ali Khoshkam (vencedor na categoria Tira) e Nasrin Abdosheyki (vencedora na categoria Caricatura), não poderão ser pagas devido a embargos protocolados pelo Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidos) sobre o Irã, e que são referendados pelo governo brasileiro, que tratam do programa nuclear daquele país. 

O pagamento dos prêmios do Salão a artistas gráficos internacionais implica na transferência de valores a contas pessoais em seus países de origem. Por se tratar de um agente público, a prefeitura de Piracicaba, responsável pelos pagamentos, utiliza o Banco do Brasil instituição bancária oficial brasileira.

O Banco do Brasil, por sua vez, não realiza quaisquer transferências de valores a contas bancárias no Irã seguindo diretrizes estabelecidas pelo governo brasileiro, com base no decreto nº 8.669, de 11 de fevereiro de 2016, que cumpre a Resolução 2231 (2015), do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que trata do plano nuclear iraniano. 

A Comissão Organizadora do 43º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, bem como a Secretaria Municipal da Ação Cultural, reforçam que todo os processos de pagamento de premiações seguem firmes dispositivos de monitoramento pelos Departamentos Jurídico e Financeiro da Prefeitura de Piracicaba. Os mesmos órgãos ressaltam que os pagamentos feitos a outros premiados internacionais, no caso, Norbert Van Yperzeele (Bélgica, vencedor na categoria Mobilidade) e Mauricio Parra (Colômbia, vencedor na categoria Júri Popular), foram realizados normalmente, uma vez que os países de origem de suas contas bancárias não possuem quaisquer bloqueios econômicos com o Brasil (documentos comprobotários dos pagamentos podem acessados em anexo).

A Comissão Organizadora e a Secretaria Municipal da Ação Cultural lembram que o Salão Internacional de Humor de Piracicaba, em suas mais de quatro décadas de existência, sempre teve como premissa o incentivo e a divulgação do humor gráfico sem barreiras políticas, sociais ou geográficas; questões políticas à parte, o Salão estará sempre de portas abertas à genialidade e a alta qualidade do humor gráfico iraniano em suas próximas edições.

MENU